segunda, 27 de maio de 2019

Segurança que matou morador de rua é solto após Justiça considerar flagrante ilegal

Segurança que matou morador de rua é solto após Justiça considerar flagrante ilegal
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Segurança que matou morador de rua é solto após Justiça considerar flagrante ilegal

 Nesta sexta-feira (18), o segurança Selmar Pereira Silva, 46 anos, preso na última quarta-feira (16) após matar o morador de rua Danilo Souza Amaral, 19 anos, na porta de uma farmácia em Goiânia, foi solto após a audiência de custódia. O juiz Antônio Fernandes, da 4ª Vara de Crimes Dolosos, considerou o flagrante ilegal.

 A assessoria do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), esclareceu que “a prisão do atuado foi considerada irregular pois não cumpriu os requisitos legais requeridos pela justiça, sendo o segurança liberado mediante uso de tornozeleira eletrônica”.

 Na audiência, a defesa do vigia pediu a liberdade provisória de Selmar e alegou que os policias “adentraram a residência do atuado de forma irregular”. O juiz constatou que a prisão dele não se deu na situação de flagrância descrita no código penal.

 “Selmar não foi preso cometendo o crime, nem logo após cometê-lo ou na posse de objetos os quais façam presumir ser ele o autor do fato. Ele foi preso muitas horas após do ocorrido. Ao ouvi-lo, afirma que estava ‘dando um tempo’ para se apresentar na delegacia”, lê-se na sentença.

 O juiz conclui esclarecendo que Selmar terá de comparecer à justiça mensalmente, até o dia 10 de cada mês, informando seu endereço e local de trabalho. “Deixo de decretar a prisão em caráter preventivo, porém o atuado não pode se ausentar da cidade pelo prazo superior a 10 dias, sem autorização deste juízo”.

O caso

 O morador de rua Danilo Souza Amaral foi morto por Selmar Pereira Silva na porta de uma drogaria, na noite da última terça-feira (15). O crime aconteceu no Setor Leste Universitário, e foi gravado pelas câmeras de monitoramento do local.

 A vítima era usuária de drogas e tinha o costume de pedir dinheiro na região da farmácia. O vigia conversou com o morador de rua e o pediu para deixar o local. Após uma discussão, entraram em luta corporal. Após Danilo ser imobilizado, o segurança tirou uma faca da cintura e golpeou o rapaz no peito.

 O sepultamento da vítima foi feito na cidade de São Miguel do Araguaia. A avó materna da vítima, Eulina Neris do Amaral, 77 anos, confirmou ao Mais Goiás, que Danilo estava em situação de rua por desemprego.

Por: Mais Goiás

 Fique bem informado com as principais notícias do Jornal Gazeta do Estado, jornal impresso com circulação nos Estados de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. Publicação de Edital de Protesto, Edital de Intimação, Edital de Notificação, Edital de Desmembramento, Edital de Retificação, Edital de Comunicação, Edital de Licitação, Edital de Pregão, Edital de Proclamas, Balanço e notícias de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. O Jornal Gazeta do Estado possui Central de Distribuição em Goiânia, Brasília e Palmas. Acompanhe nosso site:

http://gazetadoestado.com.br