sexta, 10 de julho de 2020

Quadrilha é presa e carga de R$ 500 mil recuperada

Quadrilha  é presa e carga de R$ 500 mil recuperada
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Quadrilha é presa e carga de R$ 500 mil recuperada

Dois homens foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal na Rodovia Fernão Dias, em Estiva, no Sul de Minas, suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha de roubo de cargas. Eles foram detidos após uma perseguição da PRF que resultou na recuperação de uma carga de 240 notebooks – avaliados em R$500 mil – além de 12 sacos de malhas, sete caixas de seringa para injeção, uma caixa grande com equipamentos ortopédicos e uma serra makita.

Os agentes PRF faziam a fiscalização na BR-381 e quando avistaram dois caminhões e um carro trafegando em atitude suspeita pela rodovia no sentido Belo Horizonte / São Paulo deram ordem de parada. Um caminhão MB\Acello parou, porém o outro caminhão e o automóvel evadiram em alta velocidade.

Após perseguição aos dois veículos, o motorista do caminhão IVECO, R.F.A., parou na rodovia e fugiu para um matagal, sendo capturado momentos depois. Ao ser detido informou aos policiais que haviam acabado de assaltar um caminhão na BR-381 e roubar a sua carga, com outros homens que participaram do crime nos outros dois veículos.

No caminhão foram encontradas duas armas longas: uma Calibre 12 Boito com sete munições e uma Calibre 12 CBC 586.2, também carregada com sete cartuchos, além da carga de 240 notebooks. Ambas armas estavam com a numeração raspada.

O outro veículo em fuga, um Hyundai, entrou para uma via rural e seus dois ocupantes, sem saída, abandonaram o veículo e fugiram para o mato, não sendo encontrados até o momento.

Todos os três veículos envolvidos estavam com queixa de furto/roubo e possuíam placas clonadas. Após buscas no interior dos veículos, os policiais encontraram ainda um equipamento eletrônico chamado “Jamer”, usado para bloquear sinal de celulares, uma peruca e diversos lacres que, segundo os envolvidos no crime, eram usados para prender as mãos das vítimas.

Os presos, as armas e equipamentos usados pela quadrilha, além da carga roubada, foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Pouso Alegre. A ação foi realizada pelas equipes da PRF de Pouso Alegre e Poços de Caldas(MG).

(PRF)