terça, 20 de novembro de 2018

PRF prende dupla de estelionatários que aplicava golpes em Pernambuco e na Paraíba

PRF prende dupla de estelionatários que aplicava golpes em Pernambuco e na Paraíba
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

PRF prende dupla de estelionatários que aplicava golpes em Pernambuco e na Paraíba

A PRF prendeu neste final de semana dois homens acusados de falsificação de documentos e de estelionato. O fato se deu numa abordagem em frente a Unidade Operacional da PRF de Mata Redonda, Km 107 da BR 101, município de Alhandra/PB por volta das 17h00 deste domingo (22). Ao solicitarem os documentos, os policiais perceberam um forte odor de maconha, proveniente do veículo TOYOTA/HILUX que portava placas da Paraíba e era conduzido por um homem identificado como Arthur.

Após uma revista minuciosa foi encontrado um saco com substância esverdeada, com odor e características semelhantes aos da maconha. Com o condutor foi encontrada, no interior de sua carteira de documentos, uma CNH falsa em nome de Carlos Augusto, uma das vítimas da quadrilha, o qual foi contatado e informou, por telefone que haviam tirado cartões de crédito em seu nome sem ser solicitado e que tinha chegado contas para pagar com parcelas de até 8 mil reais em seu endereço.

Com o passageiro, identificado como Fagner, também foi encontrada uma CNH falsa em nome de outra vítima de nome Alisson. Após consultas feitas pela equipe PRF foi verificado que o FAGNER já havia sido preso por estelionato na Operação Miami acusado de participar de quadrilha internacional de estelionato em Novembro de 2015 no estado de Pernambuco. Enquanto o Arthur informou já ter sido preso por receptação de aparelhos de telefone celulares e que o Alisson, vítima desse golpe não saberia que o veículo conduzido por eles, está em seu nome.

Diante dos fatos levantados, os envolvidos, veículo e materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Alhandra/PB para serem indiciados por estelionato, porte de droga para consumo e falsificação.

(PRF)