quarta, 21 de novembro de 2018

Operação policial prende assaltantes e receptadores em reserva indígena no Maranhão

Operação policial prende assaltantes e receptadores em reserva indígena no Maranhão
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Operação policial prende assaltantes e receptadores em reserva indígena no Maranhão

Nesta quinta-feira (25) a PRF, PC e PM realizaram uma operação na Reserva Indígena Cana Brava, cortada pela BR 226 no município de Barra do Corda-MA, com o objetivo de prender assaltantes que agiam com frequência na rodovia e também tirar de circulação os receptadores dos produtos subtraídos nos assaltos. Foram realizadas diligências nas Aldeias Joá, Mangueirinha, Nova Egito, Cabeça da Onça e Sumaúma, além da cidade de Jenipapo dos Vieiras.

No dia anterior (24) foi preso um índio da Aldeia Joá e este informou o nome dos receptadores dos aparelhos celulares e outros objetos fruto de roubos cometidos na rodovia, e também informou o local exato onde estava escondida a arma utilizada nos roubos. A arma do tipo garruncha foi encontrada escondida dentro do matagal na Aldeia Mangueirinha.

Na Aldeia Cabeça da Onça foi encontrado uma bala clava (toca ninja) utilizada nos assaltos além de diversos objetos fruto das ações dos assaltantes. Todos os acusados foram recolhidos para a 15° Delegacia Regional de Polícia Civil em Barra do Corda.

Foram encaminhados para a Delegacia em Barra do corda 04 pessoas presas por receptação, duas do Povoado Santa Maria e duas do município de Jenipapo dos Vieiras/MA.

Operação:

A realização da Operação esteve a cargo da Polícia Civil, que contou com a ativa participação da PRF e com o apoio da Polícia Militar.

Diversos usuários da rodovia BR 226 foram vítimas das pessoas presas. A policia tem relatos de diversos condutores, especialmente de caminhoneiros vítimas da ação de bandidos, que agem geralmente próximo aos quebra molas existentes ao longo das aldeias. Recentemente um condutor foi atingido por um disparo de uma cartucheira, quando um grupo tentou assalta-lo.

A PRF vai continuar com equipes naquela região fazendo rondas diuturnas com vistas a garantir a segurança no trecho.

(PRF Brasil/FB)