quinta, 12 de dezembro de 2019

Mulher é encontrada morta dentro de casa em Anápolis(GO)

Mulher é encontrada morta dentro de casa em Anápolis(GO)
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Mulher é encontrada morta dentro de casa em Anápolis(GO)

A dona de casa Luciene Avelina Lima, de 43 anos, foi encontrada morta dentro de casa, com parte de uma das orelhas decepada, na manhã de terça-feira (24), no Bairro Morada Nova, em Anápolis. De acordo com a Polícia Civil (PC), o corpo foi encontrado pelo pai da vítima. Três pessoas foram detidas pelo crime de latrocínio.

O óbito foi constatado depois que o pai tentou contatar a filha, que não atendia as ligações. Preocupado, ele foi até a casa dela, momento em que encontrou Luciene desacordada com perfurações pelo corpo. A Polícia Militar foi acionada, bem como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o qual constatou a morte da mulher.

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) compareceu ao local e apurou as primeiras informações. Após entrevistar pessoas próximas da dona de casa, o serviço de inteligência da PM apurou que Jéssica havia ameaçado a mulher dias antes do crime.

Na residência, a suspeita negou a autoria do latrocínio, informando que seu irmão, um adolescente de 17 anos, seria o principal suspeito. Presa, Jéssica então revelou o endereço de Daniel S. da Cunha, monitorado por tornozeleira eletrônica, onde o menor estaria. Ao chegarem até Daniel, policiais o detiveram para que prestasse esclarecimentos.

Enquanto a Polícia Civil (PC) realizava o registro de Jéssica e Daniel, o adolescente foi preso por praticar roubo dentro de um ônibus urbano. Na delegacia, o menor confessou o crime contra Luciene e revelou ter arremessado a orelha decepada em um lote nas imediações da cena do crime. Ele também revelou ter roubado um celular e um aparelho de som da residência.

Motivação

Informações preliminares da PC apontam que Jéssica e o menor estavam sendo monitorados por estarem guardando veículos roubados na casa da vítima, que recentemente teria se negado a continuar com os delitos. A atitude de Luciene teria provocado os irmãos, que a ameaçaram de morte. Portanto, a principal linha de investigação tenta provar que a mulher tenha sido morta por não querer compactuar com os crimes.

(maisgoias)