terça, 20 de novembro de 2018

Médico e estudante de medicina são indiciados no RJ após drogar e estuprar uma jovem

Médico e estudante de medicina são indiciados no RJ após drogar e estuprar uma jovem
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Médico e estudante de medicina são indiciados no RJ após drogar e estuprar uma jovem

O médico Lucas Pena de Oliveira e o estudante de medicina Guilherme Amorim Tobias, foram indiciados pela Polícia Civil e o estudante de medicina Guilherme Amorim Tobias.

Ambos são acusados de drogar e estuprar uma mulher em Petrópolis, no Rio de Janeiro, no fim de agosto.

A delegada Juliava Ziehe pediu na Justiça que a pena da dupla seja convertida de temporária para preventiva após a polícia ter acesso a mensagens trocadas por eles combinando de realizarem o uso de drogas e dizerem que queriam “deixar a mulherada louca”.

O caso fui denunciado pela vítima 15 dias após o ocorrido, porém, os rapazes só foram presos no dia 1º de outubro.

Segundo investigações, Lucas e Guilherme drogaram a jovem com ecstasy, entretanto, eles, estavam em posse de outras drogas, como anfetamina, haxixe e lança-perfume.

Em depoimento, ambos não conseguiram explicar como conseguiram as drogas, levantando assim suspeitas dos policiais.

Foto: Polícia Civil/Divulgação