sábado, 16 de fevereiro de 2019

Jovem é presa em flagrante com mais de R$ 1 milhão em drogas

Jovem é presa em flagrante com mais de R$ 1 milhão em drogas
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Jovem é presa em flagrante com mais de R$ 1 milhão em drogas

Uma brasileira de 24 anos foi presa em flagrante pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Galeão. Ela transportava 10,26 quilos de MDMA (metilenodioximetanfetamina) em sua bagagem, que é o princípio ativo do ecstasy.

A droga estava distribuída em seis pacotes ocultos em fundos falsos das malas. A apreensão ocorreu na sexta-feira (19/10) pelo Serviço de Conferência de Bagagem da Alfândega do Galeão, mas a informação só foi divulgada nesta segunda-feira (22/10).

A passageira desembarcou no Rio procedente de Lisboa, mas o embarque inicial foi em Bruxelas.

Conforme informação da Alfândega do Galeão, depois de ser selecionada pelo Sistema de Gerenciamento de Risco e identificada por reconhecimento facial, a passageira teve a bagagem encaminhada para a inspeção no raio X. Ali, as imagens revelaram a existência de substância orgânica.

A passageira foi encaminhada para a inspeção física, que constatou a existência da droga oculta nas malas. De acordo com os fiscais da Receita Federal, a mercadoria apreendida tem valor estimado de R$ 1,5 milhão.

Operação Cova Rasa em Macaé

Foi realizado também nesta segunda-feira a Operação Cova Rasa em Macaé, norte fluminense. Agentes da Polícia Federal, em ação conjunta com a Polícia Militar, realizaram a Operação para cumprimento de oito mandados de prisão preventiva contra membros de uma organização criminosa que controlava algumas comunidades na cidade.

Foram apreendidos 207 quilos de maconha, 2,8 quilos de cocaína, duas pistolas, dois revólveres e uma escopeta calibre 12.

Durante cerca de um ano de investigação, ficou comprovada a participação da quadrilha no tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse e porte de armas de uso restrito.

Ainda neste mês de outubro, a Polícia Federal apreendeu armas de guerra na Serra de Macaé, que seriam entregues a quadrilhas organizadas que agem na região.

Foto: Divulgação