sábado, 16 de novembro de 2019

Gepatri de Itumbiara prende suspeito de ser autor de mais de 20 furtos na cidade

Gepatri de Itumbiara prende suspeito de ser autor de mais de 20 furtos na cidade
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Gepatri de Itumbiara prende suspeito de ser autor de mais de 20 furtos na cidade

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Itumbiara, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de Isidório José Cardoso Neto, de 28 anos, suspeito da prática de mais de 20 furtos qualificados no município.

Os crimes aconteceram no período noturno, em estabelecimentos comercias de diversas regiões de Itumbiara. Em todos os casos, o investigado agiu sozinho e permanecia apenas poucos minutos dentro de cada empresa, subtraindo objetos diversos.

Na semana passada, a Polícia Militar de Itumbiara, comandada pelo Tenente-Coronel Wilmar Rubens, capturou em flagrante um receptador de objeto furtado, ocasião em que o furtador foi identificado como Isidório e conduzido pelos Militares até o plantão da Polícia Civil. No entanto, ele não foi imediatamente preso porque não estava em situação de flagrante, e não havia contra ele um mandado de prisão.

Durante a lavratura de procedimento do receptador no plantão da Polícia Civil, indícios de autoria apontavam para o investigado como autor de outros furtos. O Gepatri conferiu andamento mais célere à instrução de alguns inquéritos e representou pela prisão preventiva de Isidório, a qual foi pela 2ª Vara Criminal de Itumbiara.

Após interrogatório policial do investigado, ele confessou a prática de 14 furtos qualificados na cidade, em localizações diversas como Avenidas Beira Rio, Modesto de Carvalho e Santos Dumont. Mais crimes deverão ser imputados ao autor até o final da investigação.

O investigado foi recolhido no Presídio Regional de Sarandi por furto qualificado e destruição de obstáculo para subtração da coisa, cuja pena por delito individual pode chegar a oito anos de reclusão. Isidório já ostentava passagem policial por furto qualificado.

Fonte: Polícia Civil do Estado de Goiás