sexta, 18 de outubro de 2019

Criança é baleada pelo ex-padrasto na Vila Delfiori, em Aparecida de Goiânia

Criança é baleada pelo ex-padrasto na Vila Delfiori, em Aparecida de Goiânia
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Criança é baleada pelo ex-padrasto na Vila Delfiori, em Aparecida de Goiânia

 Um menino de 2 anos foi baleado na tarde de ontem (24), em uma casa na Vila Delfiori, em Aparecida de Goiânia. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a mãe do menino entrou em contradição durante a abordagem, no entanto, afirmou que o ex-marido, que não é o pai do menor, atirou no garoto.

 A criança foi levada pela mãe até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Buriti Sereno onde, posteriormente, foi transferida pelo helicóptero dos bombeiros para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). Em nota, o hospital informou que o estado do menino é regular e respira espontaneamente.

 Segundo a PM, a mãe do menino, de 23 anos, apresentou duas versões sobre as circunstâncias em que o garoto foi ferido. A princípio, a jovem relatou que estava em um bar com a criança e um motoqueiro chegou atirando, momento em que o filho foi alvejado no tórax.

 Na unidade de saúde, a mulher relatou o mesmo fato. A Polícia Militar (PM) foi acionada e, durante a entrevista, a mãe apresentou contradições e nervosismo. Por suspeitar da jovem, os policiais deram voz de prisão a ela, que acabou voltando atrás de sua versão anterior e relatou que estava em casa, na Vila Delfiori na companhia dos dois filhos e do ex-marido. De acordo com ela, o ex-companheiro manuseava a arma, momento em que houve um disparo acidental e o menor foi alvejado.

 Ao ver que o menor estava ferido, o ex-marido fugiu e até o momento não foi localizado pelos policiais. Na casa da mulher, os miliares apreenderam diversos produtos roubados, e ela foi conduzida para o 4º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, onde registrou o caso e foi autuada por receptação. A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida ficará responsável por apurar as lesões provocadas na criança.

Da Redação

 Confira as principais notícias do Jornal Gazeta do Estado, jornal impresso com circulação nos Estados de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. Publicação de Edital de Protesto, Edital de Intimação, Edital de Notificação, Edital de Desmembramento, Edital de Retificação, Edital de Comunicação, Edital de Licitação, Edital de Pregão, Edital de Proclamas, Balanço e notícias de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. O Jornal Gazeta do Estado possui Central de Distribuição em Goiânia, Brasília e Palmas. Acesse nosso site:

http://gazetadoestado.com.br