segunda, 27 de maio de 2019

Cigana é presa suspeita de causar prejuízo de R$ 200 mil ao aplicar golpes contra o INSS

Cigana é presa suspeita de causar prejuízo de R$ 200 mil ao aplicar golpes contra o INSS
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Cigana é presa suspeita de causar prejuízo de R$ 200 mil ao aplicar golpes contra o INSS

Uma mulher causou um prejuízo de R$ 200 mil aos cofres públicos ao aplicar um golpe contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Léia Fagundes, de 42 anos, aproveitando de sua etnia cigana, abria certidões de nascimento na modalidade tardia e utilizava os documentos para conseguir um benefício – cujos tipos não foram revelados – para cada identidade registrada.

Por conta das diversas fraudes praticadas contra o Sistema de Assistência Social, a mulher estava sendo procurada pela Polícia Federal (PF). De acordo com o Tenente Alex Dias de Vasconcelos, da Polícia Militar (PM), ela era integrante de uma quadrilha que praticava diversas fraudes contra o INSS em municípios das regiões Central e Sul do Tocantins. A suspeita foi localizada a partir do trabalho conjunto entre PF e PM de Goiatuba/Go.

A cigana foi encaminhada ao Presídio de Goiatuba, onde aguardará transferência para o Estado do Tocantins, a qual deverá ocorrer até sexta-feira (10). De acordo com informações da Agência de Inteligência Local da PM, a quadrilha é composta por outras cinco pessoas, que ainda estão sendo procuradas.

(maisgoias)