sexta, 15 de fevereiro de 2019

Agentes prisionais evitam tentativas de entrada de produtos ilícitos em presídios goianos

Agentes prisionais evitam tentativas de entrada de produtos ilícitos em presídios goianos
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Agentes prisionais evitam tentativas de entrada de produtos ilícitos em presídios goianos

Agentes prisionais conseguiram evitar mais duas tentativas de entrada de produtos ilícitos em presídios goianos. As interceptações foram feitas nas unidades prisionais de Catalão e Jataí na última terça, dia 24. Na segunda-feira, dia 23, já havia ocorrido outra interceptação na mesma unidade de Jataí.

Em Catalão, por volta das 22 horas, os agentes perceberam por meio do sistema de monitoramento a aproximação de uma pessoa pelos fundos do presídio. O suspeito arremessou um volume para a área interna da unidade e os agentes tentaram detê-lo efetuando disparos. Em seguida, outra equipe de agentes se deslocou em viatura para tentar encontrar o infrator, mas ele conseguiu fugir.

No volume apreendido foram encontrados três aparelhos de telefones celulares, com baterias e carregadores.

Jataí
Na tarde desta terça-feira, agentes flagraram o interno Alexandro Souza Barreto, que trabalhava na entrega de gêneros alimentícios e de higiene pessoal para os internos da ala B, recolhendo um objeto que havia sido lançado sobre o muro da unidade prisional. Ao verificar o objeto, encontraram quatro gramas de cocaína, divididas em pequenas porções, e 15 gramas de maconha.

No dia anterior, o detento Paulo Vinicius Gonçalves da Silva já havia sido flagrado e conduzido à Delegacia de Polícia Civil por receber uma sacola com 14 embalagens de aguardente, três celulares, um carregador, 20 chips e uma porção com 360 gramas de maconha.

(gov.go)