terça, 19 de novembro de 2019

Acusados de matar palmeirense em São Paulo cumprirão pena em regime semiaberto

Acusados de matar palmeirense em São Paulo cumprirão pena em regime semiaberto
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Acusados de matar palmeirense em São Paulo cumprirão pena em regime semiaberto

Dois acusados pelo homicídio do torcedor palmeirense Leandro de Paula Zanho, de 38 anos, no ano passado, foram condenados na quarta-feira (1) pela 5ª Vara do Tribunal do Júri da capital paulista.

Os acusados Anderson da Cruz Andrade, condenado a 5 anos e 10 meses, e Nerivaldo Moura de Andrade, condenado a 5 anos, deverão cumprir a pena em regime inicial semiaberto. Anderson já está preso.

O crime ocorreu em 12 de julho de 2017 após um jogo entre Corinthians e Palmeiras, em São Paulo, durante uma briga entre as torcidas rivais. A vítima foi atingida por golpes de facão, chegou a ser socorrido na Santa Casa de São Paulo, mas morreu no dia seguinte.

Na sentença, o juiz Paulo de Abreu Lorenzino destacou que os réus poderão recorrer em liberdade. O magistrado considerou o caso como homicídio privilegiado, fator que reduziu a pena de ambos.

(agenciabrasil)