sábado, 16 de fevereiro de 2019

Jovem é perseguida, invade UEG e é morta a tiros, em Caldas Novas

Jovem é perseguida, invade UEG e é morta a tiros, em Caldas Novas
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Jovem é perseguida, invade UEG e é morta a tiros, em Caldas Novas

 Nesta última segunda-feira (4), uma jovem reconhecida como Ana Carolina Emidio, foi morta a tiros dentro da Universidade Estadual de Goiás (UEG), em Caldas Novas. Segundo a Polícia Civil  (PC), a vítima teria invadido o espaço da instituição com intuito de ser salva, após ser perseguida pelo atirador.

 Conforme a PC, o crime ocorreu por volta de 6h20. A vítima, Ana Carolina Emidio, de 20 anos, teria pedido para um amigo a levar até as proximidades da UEG para se encontrar com uma pessoa. Pouco antes de chegar no local, a moça desceu da moto e pediu para o rapaz ir ao encontro do suspeito. Quando o suspeito percebeu que o amigo de Ana não estava com ela na garupa, começou a ameaçá-lo dizendo que atiraria contra ele.

 Enquanto o amigo da vítima tentava acalmá-lo, o suspeito avistou Ana sentada mais adiante e decidiu ir até ela. Quando a moça percebeu que o suspeito estava a caminho, começou a correr sentido a universidade. Ele começou a atirar na direção da jovem, que encontrou uma abertura no alambrado da instituição e entrou por ali. Ana Carolina conseguiu correr cerca de 40 metros antes de ser atingida pelos disparos do autor que, em seguida, fugiu em direção ao Bairro Lago da Brisas.

 A moça foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caldas Novas, mas não resistiu e morreu. Ana foi atingida por dois disparos de arma de fogo.

Investigações
 Conforme o delegado responsável pelas investigações, Tibério Martins Cardoso, Ana Carolina tinha passagens pela polícia por tráfico e seria usuária de drogas. A polícia ainda não sabe a motivação do crime, mas um inquérito foi instaurado para localizar o suspeito. O amigo de Ana não conhecia o autor dos disparos.

 “A investigação já está em andamento. Vamos ouvir testemunhas. Nós temos duas testemunhas oculares que nos auxiliarão a entender a dinâmica do homicídio”, explica.

Da Redação

 Confira mais notícias no Jornal Gazeta do Estado, jornal impresso com circulação nos Estados de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. Publicação de Edital de Protesto, Edital de Intimação, Edital de Notificação, Edital de Desmembramento, Edital de Retificação, Edital de Comunicação, Edital de Licitação, Edital de Pregão, Edital de Proclamas, Balanço e notícias de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. O Jornal Gazeta do Estado possui Central de Distribuição em Goiânia, Brasília e Palmas. Fique bem informado, acesse:

http://gazetadoestado.com.br